os desafios e alegrias dessa dinâmica

Publicidade da Prefeitura de Teresina mostra luto com morte por Covid-19 no comércio
maio 8, 2020
O novo normal da publicidade pós-coronavírus
maio 8, 2020
Show all

os desafios e alegrias dessa dinâmica

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Era uma vez uma cidade que, por causa de um vírus muito malvado, teve que ser fechada para proteger seus moradores. O faz de conta é uma das ferramentas que muitas mães usam para ensinar boas maneiras e explicar assuntos difíceis para seus filhos.

Mas, e quando elas mesmas não possuem as respostas para o problema, convivem com os mesmos medos e os efeitos causados pelo vilão da história? Elas se vestem ora como princesas, ora como guerreiras, e lutam. Mostram força, organização e esperança.

A pandemia da Covid-19 é um desses vilões difíceis de lidar e compreender. Já nos afastou de pessoas queridas, mudou nossos hábitos, fechou temporariamente as escolas, abalou a economia e colocou milhares de profissionais em uma nova rotina de trabalho, o remoto.

E como trazer leveza e serenidade nesse caso? Qual a armadura necessária para lidar com rotinas escolares, comércio fechado, programação de uma alimentação saudável para a família, reuniões em videoconferências com os clientes enquanto as crianças brigam pelo controle da televisão?

Na maioria das vezes, as mães têm todas essas respostas, ainda que nem mesmo elas admitam. Mas, ainda assim, trouxemos para este post tudo que elas precisam, ou seja, algumas dicas e uma boa dose de empatia e reconhecimento. Assim, acompanhe neste post:

  • Desafios do trabalho remoto e a maternidade
  • Boas práticas de organização da rotina profissional e familiar;
  • Lições que as mães ensinam para momentos como o de isolamento social;
  • Depoimentos de mães de diferentes partes do mundo e como elas estão lidando com esse momento.
  • Vamos lá?

    Desafios de conciliar o trabalho remoto e a maternidade

    Cuidar dos filhos é uma responsabilidade compartilhada, mas pais e mães vivem essa experiência de forma diferente, principalmente quando esses cuidados se misturam com o ambiente de trabalho.

    Dividir o mesmo espaço físico

    Com a necessidade de isolamento, o trabalho e a escola começaram a dividir o mesmo espaço, muitas vezes, o mesmo computador, impressora e outros equipamentos audiovisuais.

    Assim como os compromissos da empresa têm horários marcados, para crianças em idade escolar, as aulas online também é uma obrigação que precisa ser realizada devidamente.

    Diferentemente dos adultos porém, as crianças não conseguem manter uma atenção regular no que está sendo tratado em videoaulas e, muitas vezes, se dispersam.

    Assumir o papel de professoras

    Também não é incomum que as crianças tenham dificuldade para lidar com as ferramentas digitais adotadas pela escola ou não consigam realizar as atividades propostas e, como consequência, precisam de uma supervisão direta.

    Esse é um grande desafio para as mães, afinal, além de terem que dividir os recursos e seu tempo, muitas ficam receosas se possuem a didática necessária para ajudar seus filhos com os estudos e o quanto isso poderá impactar na sua educação no futuro.

    Criar uma rotina familiar

    O trabalho remoto, para a maioria dos profissionais, deve ser cumprido de acordo com a carga horária de trabalho. Mas, como ficam as crianças nesse período se agora elas estão dentro de casa?

    No dia a dia comum, elas estariam em período integral nas escolas, em aulas extracurriculares ou sob a supervisão de outro adulto, como babás ou até mesmo os avós.

    Porém, muitos pais tiveram que mudar a rotina de casa e, sem o apoio de familiares, amigos e outros tipos de ajuda, eles precisam criar rotinas para conciliar o trabalho e atividades para as crianças, que ficam cheias de energia e agitadas por estarem ociosas.

    Não poder contar com a rede de apoio

    Quando nasce um bebê, nasce também uma mãe, pai, avós, tios, madrinhas e uma infinidade de apoiadores que amam e servem como um suporte para a família nas mais diversas situações.

    Não é incomum que a madrinha seja acionada para levar o sobrinho ao dentista ou as crianças passem o final de semana na casa dos avós para que os pais possam viajar a trabalho ou sair para se divertirem. Porém, essa rede de apoio está temporariamente indisponível.

    Garantir a segurança da família

    O trabalho remoto diminui a necessidade dos pais de saírem de casa, mas não elimina por completo. Ainda é preciso sair para fazer compras, resolver questões burocráticas e, algumas vezes, dar apoio a outras pessoas queridas.

    Sair de casa, que era uma ação tão simples, passou a ser um ponto de atenção para os pais. Com quem deixar as crianças? Só a máscara é o suficiente ou também é aconselhável colocar luvas para ir ao supermercado?

    Manter uma boa produtividade

    Muitas mulheres na área de marketing já trabalhavam de forma remota, o que funcionava satisfatoriamente já que todo o restante de suas vidas estava em pleno funcionamento.

    Porém, com a imposição do isolamento social, as novas rotinas de trabalho, emoções e receios causados pela insegurança, a performance de muitas profissionais foi afetada.

    Assim, além do aumento das tarefas com as obrigações domésticas, manter os suprimentos em dia, gerenciar as atividades escolares e do trabalho, muitas mães também podem ter a produtividade afetada pela preocupação com a saúde de seus entes queridos, amigos e, claro, com as contas a pagar.

    Você também pode se interessar por estes outros conteúdos!
    👉 5 ferramentas para trabalho remoto para se manter produtivo
    👉 Dicas de trabalho por quem é especialista no assunto

    Não ter uma explicação para o inexplicável

    A medida com que o isolamento avança, as crianças começam questionar o que está acontecendo, o motivo de não poder sair de casa para brincar com os amigos e familiares. Algumas delas não conseguem entender essa situação, sofrem e até fazem pirraça.

    Para as mães, que sempre são portadoras das lições e do famoso colo que alivia todas as dores, é difícil lidar com as emoções dos filhos sem uma explicação ou solução.

    Isso acontece porque elas também estão emocionalmente envolvidas por todas as suas inseguranças com a economia, trabalho e saúde das pessoas queridas, mas também porque não gostam de ver seus filhos tristes.

    Mas, se existem grandes desafios nessa história, sabemos que as mães sempre estão determinadas a superarem as adversidades.

    Boas práticas para gerenciar a carreira, casa e maternidade

    Os desafios são facilmente mapeados mas, para cada um deles, existe uma boa prática ou receita de mãe infalível, até porque, as mulheres no mercado de trabalho sabem ser resilientes.

    E, por mais que não seja simples lidar com essas situações e manter o equilíbrio emocional, o isolamento social já ensinou que muitas vezes a solução pode ser tão simples como, ficar em casa.

    Crie um espaço para seu trabalho remoto

    Uma das formas para conseguir concentrar-se no trabalho é ter um espaço reservado para criar um home office.

    O ideal é que ele seja em um ambiente que possa ser isolado do restante da casa, como um quarto que pode ser fechado durante uma live com o gestor de um projeto. Também é importante explicar aos filhos os limites e regras para o acesso àquele espaço.

    Para aquelas mulheres que precisam mentalizar o momento do trabalho, abandonar o pijama e vestir-se como se fosse ao escritório pode ser uma boa ajuda.

    Organize a rotina da família

    Os filhos, especialmente os menores, não podem ficar o dia todo assistindo televisão e videogames, é preciso criar uma rotina de tarefas que os manterão ocupados, ativos e em desenvolvimento educacional.

    Além das atividades escolares, existem algumas instituições, artistas e profissionais que estão criando lives no Instagram para contação de história, reprodução de peças teatrais e músicas infantis.

    Também é possível imprimir atividades educativas que podem entreter as crianças, assim como propor exercícios físicos como yoga ou mesmo uma caminhada no passeio no final da rua para mantê-los ativos.

    O lado bom de criar uma rotina é que as crianças se ocupam e demandam menos atenção de suas mães, não é mesmo?

    Invista em novos aprendizados

    Inclua em sua rotina novos aprendizados, tanto aqueles que podem ser aproveitados na sua carreira, como também assuntos de interesse pessoal.

    É importante entender que o momento seguinte da pandemia de coronavírus no mercado de trabalho será de valorizar aqueles profissionais diferenciados, capazes de serem agentes de mudanças e impulsionadores do negócio.

    Ou seja, é fundamental se preparar para ser esse tipo de profissional ou atender qualquer outra nova demanda.

    Para as profissionais da área de marketing, a Rock University possui uma série de cursos relevantes, alguns deles gratuitos. Gestão de redes sociais, Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo são alguns deles.

    Mas se seu desejo é aprender a língua alemã, pode se inscrever gratuitamente no Deutch Kurse, ou se quer entender mais sobre Data Science, pode checar esse curso da Udacity.

    O que importa é também aproveitar o momento para melhorar seu currículo, se diferenciar profissionalmente ou simplesmente ter o prazer de aprender algo novo.

    Confira outros cursos 100% gratuitos que selecionamos:
    👉 39 cursos online gratuitos para você fazer agora mesmo!

    Seja criativa para matar a saudade

    Seus filhos e você vão sentir saudades dos amigos e outros familiares. Na verdade, eles também vão sentir falta de vocês e a solidão pode ser um agravante.

    Por isso, sempre que possível, faça contatos por videoconferências, crie jogos e atividades que possam ser compartilhadas nas redes sociais e grupos de Whatsapp. Isso vai encurtar a distância e manter as pessoas mais firmes no propósito do isolamento.

    Use serviços que otimizem seu dia

    Se você não pode contar com sua rede de apoio e tem dificuldades para sair de casa sem seus filhos, como é o caso de muitas mães de crianças pequenas, é possível escolher algumas soluções logísticas.

    Uma delas são os serviços delivery. Supermercados, hortifrúti e outros serviços de alimentação estão criando ofertas e pacotes de entrega que podem ajudar na gestão das suas compras.

    Planejar as listas do supermercado também pode diminuir a quantidade de saídas de casa que você precisa fazer.

    Mas, atenção, ainda que seja tentador e mais fácil escolher alimentos congelados e fast-food, é preciso manter os cuidados com a qualidade da alimentação da família, afinal de contas, essa é uma forma de prevenir doenças e idas aos hospitais.

    Desacelere

    Essas medidas vão permitir que as mães tenham um pouco mais de controle da situação, delimitando o tempo de dedicação para cada campo da sua vida, ou seja, familiar e profissional.

    Depois disso, a melhor dica é desacelerar e não se cobrar demais. O momento já é estressante demais e exige que as pessoas, especialmente aquelas que são o alicerce para seus filhos, estejam em equilíbrio emocional.

    Essa, sem dúvidas, é uma das lições que podem ser aprendidas durante esse momento. E, se tem uma coisa que as mães sabem, é que toda experiência é capaz de nos oferecer milhares de lições e o isolamento social misturado com trabalho remoto não seria diferente.

    Lições que podem ser aprendidas

    É claro que cada pessoa e família vai ter experiências diferentes e, portanto, lições distintas. Mas, sem dúvidas, a pandemia da Covid-19 já está proporcionando algumas reflexões.

    Não podemos controlar tudo e está tudo bem

    Não se deve sofrer por aquilo que não é possível controlar e, a necessidade do isolamento e as medidas que foram adotadas por muitas empresas para reduzir os impactos econômicos, fogem do poder de decisão das pessoas comuns.

    Por isso, não sofra por questões que você não pode mudar. Foque em situações que estão no seu controle, como reduzir os gastos domésticos e evitar que sua família tenha que sair de casa.

    É preciso seguir em frente

    O trabalho remoto, ajustes salariais e a redução da equipe de trabalho mudam a forma de atuar no negócio e geram insegurança, mas é preciso seguir em frente, com esperança e determinação de que seu esforço agora vai ajudar para que os resultados voltem a crescer.

    Por isso, continue investindo na sua carreira e nos seus planos de vida, mesmo que eles precisem de passar por alguns ajustes. Manter o foco nos seus objetivos e demonstrar força para seguir em frente é uma importante lição que as mães podem dar aos seus filhos nesse momento.

    Valorize e ajude outras mães

    Para ajudar outras mães, não é preciso estar fisicamente junto delas. Aproveite esse momento e suas necessidades de consumo para valorizar o trabalho de outras mulheres.

    Compre máscaras de empresas locais, peça delivery de cozinheiras da sua região — elas podem ser a principal fonte de renda de suas famílias.

    Se você trabalha em equipe remotamente, como acontece em algumas agências de publicidade, dê apoio a outras colegas e mostre empatia com os desafios que cada uma delas esteja enfrentando com sua maternidade em tempos de videoconferências.

    Cada minuto é importante para ser feliz

    Esse momento também nos faz refletir sobre como o tempo em família estava sendo aproveitado. Sem a oferta de distrações, shoppings, cinemas e outras facilidades do nosso cotidiano, as famílias estão aprendendo novas formas de aproveitarem suas próprias companhias.

    É claro que existem dias mais fáceis e outros mais difíceis, por isso, evite acompanhar o tempo todo noticiário e as estatísticas da pandemia do novo coronavírus, pois elas causam ainda mais sofrimento e apreensão.

    Em vez disso, escolha um momento específico, por dia, e acompanhe uma fonte oficial e separe o restante para fazer seus minutos de descanso mais felizes.

    Lembre-se também que nenhuma mãe está sozinha nessa batalha e, para mostrar isso, convidamos outras mulheres que trabalham direta ou indiretamente com a Rock Content para contar um pouco de suas rotinas e soluções para o trabalho remoto e maternidade.

    Depoimento de mães sobre os desafios do trabalho remoto durante a pandemia da Covid-19

    Nayara Lima, Account Manager Associate — Brasil

    A rotina de uma mãe profissional é cheia de surpresas e desafios, mas também de muitos momentos únicos. Desde quando engravidei, tomei a decisão de trabalhar como microempreendedora e dividir minha rotina de trabalho com a minha rotina de mãe. 

    Meu filho, que hoje tem 8 anos, já me acompanhou ao longo de muitas atividades que desempenhei nesses anos todos. Houve momentos em que briguei muito com ele, mas que também o coloquei no meu colo para me “ajudar” no meu trabalho. 

    Sempre gostei de explicar para ele o que estava fazendo, o que aquilo significava e como fazia. Mesmo que ele não entendesse tudo (ou quase nada), aquele momento trazia ele para perto de mim e ele se sentia importante por entender o trabalho da mamãe. 

    A Rock é o primeiro trabalho formal que tenho depois que meu filho nasceu. Não imaginava que ia viver esse cenário novamente tão cedo em minha vida. É desafiador. Cada dia é uma luta, mas também um aprendizado. 

    Vivemos dias mais brandos e outros como uma infinita tempestade. Mas sempre são oportunidades de crescimento: para mim enquanto profissional e mãe, mas também para ele, como pessoa e filho.

    Nayara Lima

    Débora Passarelli, Redatora freelancer — Brasil

    A minha rotina mudou drasticamente e de maneira absurda. Antes, minha mãe me ajudava todos os dias e eu conseguia trabalhar com tranquilidade.

    Agora, ela está longe de nós, isolada em sua casa, e eu estou com meus gêmeos, trabalhando, cuidando deles e equilibrando uma rotina atribuladíssima em tempos incertos.

    Todos os dias eu tenho medo e as vezes choro sem perceber. Tenho medo pelo marido, que precisa ir trabalhar, tenho medo pelos meus familiares, pelas pessoas que estimo e sinto saudades.

    Tem sido muito difícil, mas sigo pelos meus filhos, os amores da minha vida. As pequenas razões mais lindas que já criei.

    Débora Passarelli

    Sofía Huerta, Senior Content Marketing Analyst LATAM México

    Sempre sonhei em ser mãe e ser um exemplo para meus filhos. Mas, quando finalmente chegou o momento que o meu bebê estava em casa, descobri que ser mãe e ser a melhor versão de mim mesma, para ensiná-lo, era um grande desafio.

    Nesta aventura, a Rock, e a possibilidade de trabalhar remotamente, tem sido uma oportunidade incrível e uma aliada perfeita para minha família, pois me permitiu continuar desenvolvendo como profissional e ficar perto do meu pequeno — sempre que ele precisar de mim.

    Mesmo agora, em tempos de quarentena, encontramos uma maneira de trabalhar todos juntos. O apoio que tenho recebido tem sido fundamental e incondicional. Eu e meu bebê aproveitamos cada segundo!

    Sofía Huerta

    Bárbara Georgiane, Analista de Marketing — Brasil

    Entendo que ter a possibilidade de trabalhar em home office é mais que um benefício, é um privilégio, porque desta maneira consigo acompanhar a rotina das minhas meninas, fato esse que é de suma importância porque também decidi conciliar essa experiência com minha carreira, algo que faz de mim uma mulher realizada. 

    Não vou mentir que conciliar as responsabilidades como mãe e profissional é uma tarefa fácil, porque não é. Mas as duas me fazem feliz juntas, e de alguma maneira preciso fazer que as duas andem bem ajustadas.

    Por isso, quero compartilhar com vocês algumas dicas que para mim funcionam bem!

    Uma delas é: Identificar as reais necessidades — dos filhos e do trabalho. Fazer um levantamento de todas as necessidades em listas separadas ajuda a enxergar a situação que você se encontra.

    Um exemplo é: minhas filhas, como todas as crianças, precisam se sentir seguras emocionalmente, foi algo que identifiquei, por isso, em nossa rotina eu priorizo atividades que gerem conexão entre a gente — coisas como: cozinhar juntas, ler o mesmo livro agarradinhas, assistir filmes de mãos dadas e etc.

    Eu já percebi que quando faço uma dessas atividades, elas se sentem amadas e seguras, com isso elas ficam soltas para fazerem as coisas que elas gostam e aí ganho tempo de me dedicar também a outros afazeres que eu gosto e preciso, como o trabalho.

    E para lidar com o pesar de passar várias horas focada no trabalho eu digo 7 frases que não deixam elas esquecerem o quanto me importo com elas, mesmo quando não posso dar tanta atenção durante o home office. Coisas do tipo:

    • “você alegra meus dias”
    • “eu te amo, não importa o que aconteça”
    • “estou aqui com você, vamos passar por isso juntas”
    • “obrigada pela sua ajuda”
    • “me desculpe, vou tentar diferente da próxima vez”
    • “pode falar, estou te ouvindo”
    • “eu te entendo”

    Desse jeito vamos vivendo um dia de cada vez, aproveitando intensamente cada momento e com o coração grato pelas escolhas e permissões diárias.

    Bárbara Georgiane

    Amanda Gusmão, Redatora freelancer — Brasil

    Já trabalhava em home office antes do isolamento social, mas minha rotina era bem definida.

    Muitas vezes levava o computador para trabalhar enquanto meus filhos faziam aulas de natação e negociava alguns trabalhos enquanto aguardava o fim das aulas. Mas, com a interrupção dos serviços e escolas, nossa vida se misturou e concentrou em quatro paredes.

    Em alguns dias, tudo parece um caos e o desespero toma conta, em outros, fazemos bolos e nos divertimos como nunca.

    Penso que estamos vivendo um momento de transformação íntimo e social. Estamos na fase de casulo, que nem sempre é fácil lidar. Mas acredito que sairemos dele mais bonitos e sabendo valorizar a vida de forma diferente.

    Amanda Gusmão

    Débora Torres, Desenvolvedora de Software — Brasil

    Trabalhar de home office com um filho pequeno em casa sem dúvidas é um grande desafio, da mesma forma que é um presente poder passar mais tempo com ele nesta fase tão importante do seu desenvolvimento. 

    Entre uma reunião e outra ou durante o trabalho que necessita de uma maior concentração, acontece um colinho inesperado e um aconchego. 

    Acredito que a organização da rotina e a separação do tempo é um fator muito importante, conciliar um cochilo para fazer aquela tarefa mais importante ou até mesmo a noite depois que as atividades da criança já se encerraram é, sem dúvidas, algo muito valioso e proveitoso. 

    Mas o principal é o alinhamento com o time de como anda a rotina em casa e até mesmo ter conversas com a criança para que ela entenda que algumas horas você estará ocupado e que é a hora de dar uma pausa na diversão. 

    Um grande presente é aquele momento que você está concentrada na tarefa e ao mesmo tempo consegue dar aquele colo para que seu filho acompanhe e saiba que o trabalho da mamãe não é seu inimigo e sim algo que ele pode de alguma forma participar. 

    Já teve alguns momentos que meu filho pediu pra sentar no colo para “ver os amigos do trabalho da mamãe”, e acaba em alguns momentos interagindo dando um “tchauzinho” animado.

    Outro grande diferencial é poder trabalhar em um time onde as pessoas nos dão suporte e as ferramentas necessárias para conciliar o trabalho e a maternidade, isso tem sido muito importante para mim nesses dias.

    As dicas, trocas de feedbacks, e também o diálogo no dia a dia, nos permite compartilhar os desafios e receber ajuda quando necessário. 

    Débora Gois Torres

    Stephanie Mansueto, Senior Director of Creative Services — Estados Unidos

    Trabalhar remotamente com quatro crianças de diferentes idades não é uma tarefa fácil. Minha filha mais velha tem 16 e é bem auto suficiente, mas minha mais nova, que tem apenas 4, necessita de muita atenção ao longo do dia.

    Demorou um tempo para que conseguíssemos encontrar nosso ritmo e estabelecer uma rotina que funciona para todos.

    E o que tem me ajudado e que permite que nos mantenhamos firmes e felizes durante esse momento desafiador, é me recordar que essa situação é temporária e que mesmo que possa parecer impossível, eu preciso fazer uma pausa e me sentir grata por tudo que temos.

    Estamos todos juntos, como uma família, compartilhando momentos de alegria (e até mesmo alguns de estresse) e isso é o que importa.

    Esse dia das mães será diferente de todos os outros que eu já comemorei, mas não terá menos amor e alegria. Nós apenas não iremos jantar em um restaurante este ano, comeremos em casa…. o que está ótimo por mim, porque eu não cozinharei.

    Stephanie Mansueto

    A vida das mães que no momento trabalham remotamente não é um conto de fadas, mas elas merecem um final em que todos foram felizes para sempre. 

    Por isso, fica aqui a homenagem da Rock Content para essas mulheres que se doam todos os dias por sua família e, mesmo com o desafio de trabalhar remotamente, conseguem ser mães maravilhosas!

    E, se você gostou de conhecer todas essas histórias, aproveite também e compartilhe a sua nos comentários. Ficaremos muito felizes em conhecê-la!



    Fonte



    Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


    Lima & Santana Propaganda

    Os comentários estão encerrados.