Marcas estão interessadas em usar dados para melhorar os negócios

Santander realiza evento com 40 mil funcionários em São Paulo
dezembro 10, 2017
SalveTribal Worldwide reforça área de criação
dezembro 11, 2017

Marcas estão interessadas em usar dados para melhorar os negócios

Marcas estão interessadas em usar dados para melhorar os negócios
iStock/NicoElNino

Armazém para locação em Santos – Cada vez mais, os dados se fazem necessários para entender os consumidores e garantir que marcas e varejistas continuem competitivos em um mercado em desenvolvimento. Essa afirmação é fruto de um estudo desenvolvido pela Criteo em parceria com a Forbes Insights. Nele, 71% dos varejistas estão dispostos a contribuir com bancos de dados, sendo que dos entrevistados, três quintos já são parte de uma “cooperativa”.

Rádio para supermermercados – O estudo se chama “The Commerce Data Opportunity: How Collaboration Levels the Retail Playinh Field” e também mostra que, entre os benefícios gerados pela colaboração, o “aumento de receita” é mencionado por 72%. Ainda assim, o relatório afirma que muitos varejistas não usam essas informações de forma estratégica para ter algum tipo de vantagem competitiva.

Simpatia para atrair dinheiro e sorte – “Diante de um cenário em que as gigantes físico-digitais ganham cada vez mais espaço e os consumidores estão cada vez mais exigentes e voláteis, a colaboração é a peça chave para que marcas e varejistas consigam entregar experiências relevantes aos seus clientes. Disseminar o valor da colaboração e o potencial dos dados é justamente o objetivo do ecossistema de Commerce Marketing criado pela Criteo, uma rede com milhares de varejistas, marcas e publishers centrados em tecnologia de marketing integrada, construída para o comércio e alimentada por machine learning”, explica Alessander Firmino, diretor geral da Criteo para o Brasil e América Latina.

Estágio em agência de propaganda de Santos – De acordo com a pesquisa, as marcas estão preocupadas com a possibilidade das empresas físico-digitais limitarem o acesso aos seus produtos. Os varejistas, por sua vez, estão preocupados com o possível distanciamento dos consumidores das lojas menores.

Estágio em agência de propaganda de Santos – Apesar de saber do potencial dos dados, as marcas não têm capacidade de ativação, visto que quatro em cinco marcas/varejistas olham para os dados dos consumidores como essenciais para as suas estratégias. Os dados agregados são uma forma poderosa de ir em frente, e valorizar a colaboração e agrupamento de recursos de dados para atender aos clientes é uma atitude revelada pelas marcas e varejistas.

Gerenciamento de redes sociais em Santos – “Apesar da transformação disruptiva da indústria do varejo, simultaneamente, nós estamos testemunhando que as marcas, grandes ou pequenas, entendem a importância crítica dos dados, estão trabalhando duro para alavancar os que possuem e vêem oportunidade de trabalharem juntas para ganhar uma vantagem”, afirma Bruce Rogers, diretor da Forbes Insights. “Os dados são os grandes equalizadores neste período de  divisão e executivos globais concordam que uma abordagem compartilhada é a chave para ganhar vantagem  na  batalha pela atenção, pelo tempo e pela carteira do consumidor”. 

O post Marcas estão interessadas em usar dados para melhorar os negócios apareceu primeiro em Lima & Santana Propaganda.

Os comentários estão encerrados.