Como rever seus investimentos em Marketing de forma inteligente

como produzir conteúdos interativos para SEO
junho 19, 2020
o que é e como aplicar no marketing?
junho 23, 2020
Show all

Como rever seus investimentos em Marketing de forma inteligente

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Períodos de crise exigem esforços para reduzir custos e despesas em empresas. Gestores precisam traçar planos de contingência e de replanejamento, o que, na maioria das vezes, inclui rever investimentos em Marketing.

Por mais que seja uma prática comum, nem sempre essa é a melhor saída. Reajustar e se adequar é a decisão mais inteligente, mas isso também representa um desafio.

Outras crises globais e ligadas a contextos internos em países já mostraram como o setor de comunicação sofre consequências, no entanto, é possível superar isso.

Em meio a esse trabalho de cortes de custos e de reavaliação de despesas, o Marketing não precisa ser o setor a sofrer mais. Há boas estratégias que possibilitam ter pouco custos e, ainda assim, ter sucesso.

Cada empresa precisa avaliar a sua situação diante de cenários de crise, como a pandemia do coronavírus, para pensar em saídas inteligentes. Neste post, vamos debater o assunto de forma mais ampla, passando por alguns tópicos, como:

Continue a leitura e tire suas dúvidas!

Conheça os desafios vividos pelas equipes de Marketing durante a crise

O Marketing, durante muito tempo, foi um dos setores de empresas que mais sofreu com avaliações repletas de subestimação. Isso se refletiu também no repasse de verbas para a atuação do departamento, que sempre teve que conviver com budgets enxutos.

Passada essa época, especialmente com o avanço do Marketing Digital, novos desafios precisam ser vencidos.

As crises econômicas globais já mostraram o quanto essa confiança pode ser colocada em questionamento, ou seja, ainda é frágil. Momentos de contenção financeira, de fato, demandam cortes de custos em diversos setores das empresas e, em meio a isso, o Marketing é só mais uma vítima.

A partir daí, o desafio torna-se quase uma questão de sobrevivência.

O corte nos orçamentos

O corte nos orçamentos vêm como a primeira solução proposta, ainda que ela nem sempre seja pensada de maneira mais aprofundada.

O budget de Marketing passa a ser ainda mais apertado, o que pode prejudicar as estratégias e antecipar o fim de campanhas já em andamento. Naturalmente, há consequências que precisam ser previstas.

Toda ação ou campanha é implementada após um período de planejamento, o que também inclui a previsão de resultados.

Esses números e metas só podem ser alcançadas quando o desenvolvimento das ações seguem seu tempo e atividades planejadas, podendo falhar ou superar. É claro que ainda há chances de ajustes no meio do caminho.

Ainda que cortes sejam realmente necessários, o que é comum, eles precisam ser feitos a partir de uma análise aprofundada.

Muitas vezes, empresas têm conseguido ótimos resultados e um crescimento exponencial por conta do Marketing, o que pode ser interrompido de maneira brusca com os cortes. Cabe, nesses casos, analisar a partir da ideia de prioridades.

Os cortes no setor de Marketing das empresas

Infelizmente, parte desses esforços de redução de custos impacta os trabalhadores do setor de Marketing, gerando demissões. Folhas salariais precisam ser reduzidas em todo os setores, fazendo com que as diferentes áreas da empresa trabalhem com o mínimo de pessoas.

Com a pandemia do novo coronavírus e a crise gerada globalmente, alguns países já sentem esses impactos na economia, refletindo no desemprego.

No Brasil, os pedidos de seguro-desemprego já ultrapassaram os 804 mil, com a previsão de taxa de trabalhadores fora de cargos informais prestes a dobrar.

Já nos EUA, nação mais poderosa economicamente do mundo, os números também assustam, com a taxa de desemprego batendo 14,7%, um recorde negativo.

Consequentemente, o setor de Marketing está dentro dessas estatísticas, esvaziando equipes e gerando um verdadeiro caos. Não é só a falta de orçamento que pode pesar, mas também o nível de produtividade dos colaboradores.

Com menos pessoas ativas, deadlines ficam em risco, o nível de qualidade do trabalho cai e os colaboradores ficam esgotados e sobrecarregados física e mentalmente.

Saiba como entender se o corte de orçamento é o correto a se fazer

A decisão pelo corte de orçamento no setor de Marketing precisa ser feita com responsabilidade e planejamento. Essa análise deve partir de uma observação concreta — e não a partir de uma ideia pouco desenvolvida motivada apenas pela necessidade de enxugar custos.

Afinal, o quão estratégico é o setor de Marketing na empresa e o que ele traz, ou deixa de trazer, caso perca investimentos?

Gestores precisam ter uma visão mais aprofundada para entender, primeiramente, se esses custos do orçamento de Marketing realmente pesam tanto e, posteriormente, entender se um corte não traria consequências ainda piores para a empresa.

Uma forma eficaz de fazer essa análise é realizar algumas perguntas sobre a relação da sua empresa com essas estratégias de Marketing. Assim, é mais fácil projetar quais seriam os efeitos desse corte de custos e, ao fim da análise, entender se ele deve ou não ser feito.

O ROI é satisfatório?

Qual é o retorno de investimentos que suas estratégias de Marketing têm apresentado? Esse KPI é crucial e ajuda a entender se esses custos são vazios ou se realmente fazem diferença no desenvolvimento da companhia e nos resultados que ela alcança.

Se o ROI é alto, não é difícil entender que os cortes de custos terão um impacto direto nos resultados obtidos. Cabe aos gestores entenderem até quando podem manter orçamentos intactos ou decidirem que realmente será necessário enxugar.

As estratégias têm cumprido com os seus objetivos?

Por mais que planejamento seja a alma de estratégias de sucesso, pode ocorrer de elas não trazerem os resultados desejados. Nesses casos, nem sempre se trata de erros ou de um julgamento de que não foi a escolha mais adequada.

Por vezes, pequenos ajustes fazem uma estratégia decolar e alcançar metas e objetivos previamente pretendidos.

Se o time de Marketing já fez esses ajustes e percebeu que não surtiu efeitos, talvez esse momento de crise pode ser o “empurrão” que faltava para encerrar campanhas. Nesses casos, o corte de custos não terá um impacto tão grande nos resultados.

Qual seria o impacto para a marca?

Mais do que vendas e outras conversões que saltam aos olhos mais facilmente, o Marketing atualmente é muito também sobre relacionamento. Empresas que não exercem essa proximidade de seu público podem perder espaço e ter muita dificuldade de obter engajamento.

Nesse cenário, cortes de custos podem prejudicar muito essa aproximação ou a manutenção do relacionamento construído com o público.

Além disso, o Marketing também ajuda a construir a imagem de marcas em seus mercados, o que pode ser interrompido com orçamentos limitantes às campanhas e ações necessárias.

Entenda como cortar custos a partir de boas decisões

Bem, se realmente a sua empresa precisará realizar o corte de custos no Marketing, é muito importante que esse processo seja feito a partir de conceitos sólidos.

Empresas terão impactos em suas finanças de qualquer forma, afinal, uma crise instaurada faz vítimas. No entanto, há diferentes formas de passar por esse momento com o menor impacto possível.

Um conceito muito esclarecedor, para ilustrar esse momento de decisão, foi trazido pelo blog da Seer Interactive.

Tudo parte de um questionamento um tanto quanto assustador: se você tiver que decepar o seu dedo mindinho, sem uma cirurgia, você gostaria que o procedimento fosse feito com um bisturi ou com uma marreta?

Tirando a morbidez desse questionamento, os fatos são claros. Independentemente da ferramenta usada, ambas vão doer. Você sobreviverá, certamente, mas só uma delas causará imensos efeitos colaterais, nesse caso, a marreta.

A partir disso, o questionamento fica claro: você quer usar um bisturi, com mais precisão e o mínimo de consequências, ou a marreta, estrondosa e com grandes riscos, para realizar o corte de custos do Marketing da sua empresa?

Dados são o bisturi que sua empresa necessita

Toda e qualquer decisão em relação a esse corte de custos deve ser feita a partir da análise de dados. Esse trabalho deve contemplar não a decisão pelo corte dos custos, mas também a redistribuição do orçamento após as novas definições de budget disponíveis.

Métricas e resultados de KPIs poderão ajudar a entender, por exemplo, quais palavras-chave têm trazido mais tráfego, qual canal gera mais interações e quais ações têm mais ROI.

Sempre com base nesses dados, gestores devem fazer avaliações para entender como cortar, de onde cortar e o quanto cortar.

Após essa etapa, a realocação entre estratégias e ações conclui um trabalho doloroso, com consequências, mas preciso e com menos efeitos colaterais, como o corte de um bisturi.

Saiba como rever investimentos em Marketing durante períodos de crise

Mesmo com pouco orçamento e necessidade de rever investimentos em Marketing, é possível conquistar resultados satisfatórios e continuar um bom trabalho.

Ainda que estratégias precisem ser adequadas e substituídas, é possível manter marcas fortalecidas e visíveis ao público. Mais do que ações e técnicas, é importante saber qual postura explorar em momentos de crise.

1. Foque em estratégias de baixo custo

As estratégias de Marketing de baixo custo são capazes de alcançar um ROI relevante e, em muitas vezes, nem mesmo demandam investimentos.

Um bom exemplo é o Marketing de Conteúdo, ou seja, você entrega blog posts, ebooks e webinars sem custo, ao público, que, em troca, mostra-se engajado e mais próximo da sua marca, pronto até mesmo para gerar conversões, como compras.

2. Invista em relacionamento

Você já viu neste conteúdo como o relacionamento é uma base importante para a sobrevivência de marcas no mercado. Consumidores buscam mais do que bons produtos, querendo cada vez mais serem vistos como embaixadores.

Em um período como a pandemia do coronavírus, as pessoas estão fragilizadas emocionalmente, rodeadas de incertezas e, muitas delas, em dificuldades financeiras. Esse conjunto de fatores representa a busca por uma relação diferente com as marcas, além do consumo.

Por isso, é importante se comunicar com um tom muito ameno, próximo e com a proposta de afago. Em um momento difícil para a humanidade, muito acima dos impactos econômicos, pessoas buscam relacionamentos genuínos também com as marcas.

3. Otimize para os motores de busca

Há quanto tempo seu time não ajusta parâmetros de SEO? Antes mesmo de rever investimentos em Marketing, é possível potencializar o que já é feito atualmente. Otimizações para motores de busca representam esforços contínuos e que sempre devem ser renovados.

Ajustes em posts, alterações em sites e o que mais for possível pode recolocar conteúdos e páginas em destaque na web. Assim, sem custo algum, sua empresa se mantém visível e em destaque mesmo em períodos difíceis.

4. Entenda a mudança de comportamento do consumidor

O consumidor também pode mudar sua postura em momentos de crise. Fragilizadas, essas pessoas estão mais em busca de conteúdos e ofertas do que novos produtos.

A partir do entendimento dessas mudanças no comportamento do consumidor, empresas podem perceber que o melhor Marketing é oferecer conteúdos gratuitos, descontos, e o que mais for favorável ao seu público, indo além das vantagens comerciais e mostrando empatia, compreensão e respeito.

5. Opte por estratégias mais fáceis de serem mensuradas

É fundamental trabalhar com estratégias que são facilmente mensuráveis, uma vez que nesses períodos de crise e da necessidade de rever investimentos em Marketing, a precisão faz toda diferença.

Quanto mais mensuráveis forem essas ações, mais fácil identificar o nível de retorno e, dessa forma, entender quais devem seguir entre as escolhas da empresa.

Mesmo em meio às dificuldades de momentos de crise, sejam elas internas, sejam globais, é possível continuar fazendo um trabalho para fortalecer marcas e se manter em uma relação honesta com o público.

Rever investimentos em Marketing pode ser necessário, mas é importante que esses esforços sejam com uma visão analítica e a partir de dados e métricas.

Falando em orçamento, confira algumas planilhas para a gestão de budget de Marketing. Temos certeza de que será de grande ajuda!



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda

Os comentários estão encerrados.