as situações ideiais para usar o CDP

Volkswagen terá que pagar indenização de € 230 mil ao artista Ai Weiwei
julho 22, 2019
Facebook enfrenta onda de publicidade maliciosa sobre a “Libra”
julho 23, 2019
Show all

as situações ideiais para usar o CDP

Lima & Santana Propaganda, sua agência de publicidade e propaganda em Santos

.

Com a transformação digital, a globalização e diversos avanços tecnológicos na nossa sociedade, é cada vez mais fundamental conhecer a fundo o seu consumidor.

Quando falamos em estratégias de Marketing Digital, isso se torna ainda mais importante e vital para que as suas ações sejam, de fato, precisas e efetivas.

Dessa forma, torna-se necessário analisar a quantidade imensa de dados disponíveis, conhecidos como Big Data. Porém, não é uma tarefa tão simples filtrar e utilizar os dados corretamente em favor das estratégias. Para isso, é preciso utilizar alguns recursos disponíveis, como o Customer Data Platform.

Assim, para contar com dados confiáveis na hora de montar o seu plano de Marketing, por exemplo, utilizar um CDP pode ser o diferencial entre o sucesso e o fracasso das suas estratégias.

Que tal, então, saber mais sobre essa solução, suas principais aplicações e como ela pode ajudar o seu negócio? Confira!

Qual a importância de conhecer o seu consumidor?

As relações entre consumidores e empresas mudaram. Hoje, o cliente não fica correndo atrás das marcas em busca de um serviço ou produto. O caminho agora é o inverso, com o mercado disputando a atenção e os recursos dos consumidores. Por isso, conhecer quem tem interesse na sua marca é fundamental para ter sucesso.

Não à toa, estudos indicam que 72% dos consumidores só engajam com mensagens personalizadas. Ou seja, sem a produção de um conteúdo exclusivo para cada um dos usuários que você busca impactar, a tendência é que as suas campanhas de Marketing Digital, por exemplo, não sejam tão eficientes.

Em uma época em que a relevância digital é tão importante e, cada vez mais, empresas investem em estratégias de Marketing de Conteúdo para atrair mais consumidores, saber o que cada usuário procura é essencial.

Isso se aplica, por exemplo, ao otimizar as técnicas de SEO (Search Engine Optimization) ou enviar emails marketing mais personalizados.

Com tantos dados disponíveis no mundo digital, é imprescindível utilizar as informações corretamente em prol das suas estratégias.

Felizmente, os avanços da tecnologia permitem um controle mais fácil e eficiente de todos os dados que serão necessários para você conhecer o comportamento do seu consumidor.

O que é Customer Data Platform?

O cenário ideal ao falarmos em armazenamento, manutenção e análise das informações sobre o cliente é contar com uma única plataforma, certo? É exatamente isso que o Customer Data Platform tem para oferecer: um software que permite um maior controle das informações disponíveis acerca do seu consumidor.

Afinal, dentro de uma empresa, especialmente as de médio e grande porte, existem diferentes setores e fontes de informação.

Com todos os dados centralizados em uma única plataforma, a utilização das informações se torna ainda mais eficaz, permitindo múltiplos acessos e diferentes formas de utilização.

O software tem como objetivo, portanto, permitir que as empresas tenham um conhecimento cada vez mais completo de quem é o seu consumidor.

Assim, o serviço tende a ser mais personalizado e, consequentemente, mais preciso, gerando melhores resultados, seja para atrair mais leads, seja converter mais vendas.

Um grande erro é achar que uma informação não serve por não ser útil para determinada área.

Porém, com o CDP centralizando todos esses dados, setores diferentes podem usar informações oriundas de outras áreas e, assim, solucionar um problema ou criar um novo projeto, por exemplo. Ou seja, o que não é útil para um setor, pode servir para outro.

Para que fique claro a importância do CDP nos dias de hoje, separamos algumas características dessa solução:

  • quem cuida do software é a própria empresa;
  • todas as informações — do perfil ao comportamento — do cliente estão em uma única plataforma;
  • a partir de identificadores únicos, é possível ligar dados aos clientes corretos;
  • o sistema não fica restrito a um setor, pode ser usado em soluções externas e ser utilizado, por exemplo, pela equipe de Business Intelligence (BI).

Como é feita a coleta e o armazenamento das informações?

Na prática, ao contar com um Customer Data Platform dentro da sua organização, quanto mais canais de contato com o seu consumidor, melhores vão ser os seus resultados.

Afinal, haverá mais informações úteis para serem coletadas pelo software. Esses dados vão desde o comportamento do usuário nas redes sociais, passando pelo estilo de navegação na internet, até o contato com seus vendedores, apenas para citar alguns exemplos.

Todas essas etapas são sensíveis na hora de absorver as informações relevantes sobre quem pode se tornar — ou já é — o seu consumidor.

Assim, o CDP consegue filtrar os dados mais importantes desses diferentes canais e criar um perfil mais próximo da realidade, permitindo que as suas ações sejam mais personalizadas e, consequentemente, mais efetivas.

Ao se conectar com os diferentes canais, o CDP procura por dados relevantes, como o histórico de relacionamento com a marca, compras antigas, dados demográficos e utilização de produtos.

Enfim, tudo o que for possível para tornar a imagem do usuário mais precisa e próxima da realidade, de forma que você consiga entender melhor o seu comportamento.

Quais são os principais CDPs no mercado?

Apesar de ter ganhado maior relevância apenas nos últimos anos, existem diversas soluções de Customer Data Platform.

Cada uma tem suas próprias especificações, atendendo diferentes tipos de público, permitindo que você escolha o software que melhor se encaixa no perfil da sua organização. Para que você conheça algumas das opções, listamos os principais CDPs do mercado.

AgilOne

Um dos precursores quando falamos em CDPs, o AgilOne tem o seu foco nas empresas que utilizam o modelo B2C (Business to Client), principalmente e-commerces.

Com três pilares — conheça seus clientes, responda com autenticidade e maximize o lifetime value da sua empresa —, essa solução permite que você otimize as suas estratégias de Marketing.

Segment

O Segment é focado na coleta de first-party data — dados coletados a partir da interação dos usuários com os canais da própria empresa —, absorvendo e analisando tudo o que é gerado pelo relacionamento direto entre organização e consumidor.

Baseando-se nos princípios de governança corporativa, o software auxilia você ao criar uma infraestrutura robusta de dados e informações.

mParticle

Desde o início, essa plataforma já era voltada para a coleta de dados mobile e esse ainda é o foco principal, com clientes como o Spotify no seu portfólio.

Mas a ideia do mParticle é não limitar a análise de informações aos diferentes canais de comunicação ou o comportamento do usuário nas páginas da internet.

Seu objetivo também é analisar o que cada pessoa faz no iOS e no Android, por exemplo, além de outros serviços, como o Chromecast e videogames.

ActionIQ

O principal diferencial do ActionIQ é a agilidade e a versatilidade da ferramenta, permitindo uma customização maior da estratégia a ser aplicada de acordo com o objetivo de cada cliente.

Com empresas de pequeno e médio porte, o foco passa a ser a análise do email marketing e das páginas da marca, enquanto corporações maiores prefiram um serviço mais completo e que abranja o máximo de canais possíveis.

Quais as situações ideais para usar um CDP?

Agora que você já entendeu o que é um Customer Data Platform, como ele funciona e quais os principais softwares do mercado, é preciso entender quais são as situações em que o uso de um CDP se torna ainda mais importante.

Por isso, separamos os principais motivos e situações para que você adote uma dessas plataformas o mais rápido possível dentro da sua empresa. Confira!

Ter uma fonte única de informações

A principal utilização de uma solução como o Customer Data Platform é justamente a unificação de todas as informações e dados relevantes de uma empresa em um único canal.

Com tantas fontes de dados e estatísticas, é importante garantir um maior controle sobre essas métricas e conseguir, de fato, utilizá-las de maneira produtiva dentro da sua organização.

Ao criar uma fonte única de informações, você evita, por exemplo, a duplicidade de informações, uma prática muito comum e que acaba afastando o consumidor da sua marca.

Além disso, permite que você trace um perfil ainda mais completo de quem é o seu consumidor ideal. Afinal, o software analisa dados gerados por diferentes canais, tornando o trabalho final mais preciso.

Qualificar os seus leads

Qualificar os leads é um desafio para quem trabalha com Marketing Digital. Dessa forma, contar com uma plataforma como um CDP é uma excelente maneira de otimizar esse trabalho.

Saber exatamente quem está do outro lado é fundamental, por exemplo, para a sua equipe de vendas conseguir aumentar a taxa de conversão da sua empresa.

Filtrar quem são os usuários a serem impactados pelas suas ações e campanhas torna o trabalho mais produtivo e preciso, garantindo melhores resultados. Dessa forma, é possível oferecer o produto ou serviço certo no momento ideal para cada consumidor, disponibilizando exatamente o que ele está procurando, dessa forma gerando mais vendas.

Integrar diferentes soluções

Com a transformação digital, as empresas podem contar com diferentes soluções, para os mesmos ou para outros propósitos, e isso pode causar uma grande confusão quando falamos em administrar uma quantidade enorme de informações.

Porém, como nem todas as ferramentas são completas, é preciso utilizar diferentes softwares.

Ao contar com um CDP, você pode realizar um trabalho mais eficiente de integração entre as diferentes soluções contratadas pela sua organização e, assim, realizar um trabalho mais eficiente.

Dessa maneira, você garante que uma ferramenta de CRM (Customer Relationship Management) tenha acesso aos principais dados gerados pela sua organização, não limitando sua atuação a um canal ou setor, por exemplo.

Para ilustrar o funcionamento do Customer Data Platform, confira a imagem abaixo com um fluxo detalhado de como funciona o trabalho realizado Segment.

funcionamento do Customer Data Platform

Fonte: Mention

Quais as diferenças entre CDPs e IPaaS?

Com a evolução constante das ferramentas utilizadas no mercado, muitas vezes algumas soluções são confundidas por fornecerem um serviço parecido.

É o caso dos conceitos de Customer Data Platform e IPaaS (Integration Platform as a Service). Assim como um SaaS (Software as a Service), o IPaaS é uma plataforma de integração de sistemas que funciona como um serviço.

Ou seja, é uma solução que tem como principal objetivo integrar e facilitar a gestão de informações dentro de uma organização.

Isso inclui, por exemplo, garantir que a integração entre as diferentes soluções utilizadas na empresa seja feita da maneira correta ou monitorar os fluxos de aplicação colocados em prática.

Porém, apesar de ser uma solução de integração, o IPaaS acaba sendo visto também como uma ferramenta para o gerenciamento de dados e informações sobre o consumidor. Afinal, o software segue os principais processos de Data Governance, garantindo a qualidade do que é coletado, armazenado e analisado dentro do seu sistema.

Apesar de também ser uma excelente maneira de garantir que as informações sobre os seus consumidores estejam sendo utilizadas corretamente, o IPaaS realiza esse trabalho por meio da integração de diferentes ferramentas.

Já o CDP é mais completo, permitindo, por exemplo, que você utilize o comportamento de determinado usuário traçado em uma ferramenta, como um segmento de público, em outra solução.

Com tanta concorrência no mercado, não conhecer o seu consumidor pode significar resultados ruins ao final de cada mês. Sem engajamento, a tendência é que as suas campanhas não consigam impactar quem você imagina. Assim, utilizar soluções como o Customer Data Platform é essencial.

Agora que você já sabe como é importante utilizar os recursos e soluções disponíveis para ter maior eficiência nas suas estratégias de Marketing Digital, que tal conhecer outros conceitos importantes quando o assunto é conteúdo personalizado para o seu consumidor? Portanto, entenda o que é uma estratégia Customer Centric e saiba como criar a sua!



Fonte



Outros sites desenvolvidos pela Lima & Santana Propaganda


Lima & Santana Propaganda

Os comentários estão encerrados.